Startups – o que são e como funcionam

Startups – o que são e como funcionam
Avalie esta Postagem

startup-o-que-e-e-como-funciona

Principais Características das Startups

Muitas pessoas acreditam que todas as novas empresas podem ser designadas como Startups, mas não é bem assim, essa modalidade de negócio possui algumas características que diferem das empresas tradicionais. Mas, se você conhece pouco o assunto, então nesse texto você saberá muito mais sobre o que são as Startups e qual a metodologia aplicada nessa modalidade de empreendedorismo que vem dominando o mundo dos negócios.

STARTUPS – HISTÓRIA

Bem, antes de dar início ao conceito de Startups saiba que esse termo surgiu na década de 90 com a Bolha da Internet onde novas empresas surgiram no mercado online, geralmente designadas como “ponto com“, cujas ações dispararam na bolsa de Valores de Nova Yorque e Nasdaq durante os anos de 1996 a 2000, tendo seu declínio em 2001.

Grande parte das Startups mais conhecidas atualmente como a Microsoft, Yahoo!, Facebook, Google, etc.., surgiram nessa época na Califórnia. Naquela ocasião uma Startup significava nada mais do que um grupo de pessoas querendo empreender com alguma ideia nova, buscando uma lacuna no mercado já existente e que trouxesse um retorno financeiro em curto período de tempo.

mulher-gold-internet-marketing-para-leigos


STARTUPS – CONCEITO

Atualmente, o conceito que mais se encaixa às Startups e que parece satisfazer a diversos investidores é de “Um grupo de pessoas que estão a procura de algum modelo de negócio, caracterizando uma instituição humana que oferece produtos/serviços em condições de extrema incerteza.” Os produtos e serviços oferecidos pelas Startups visam resolver um problema e agregar valor àquelas pessoas que, expontâneamente, optam em se tornar clientes.

STARTUPS – EXEMPLO

Startups-ABRIMOS-SUA-EMPRESA-EM-24-HORAS

Saia Da Ilegalidade – Abra sua EMPRESA SEJA Micro Empreendedor Individual

Como exemplo de Startups bem sucedidas temos a Amazon que gera uma receita anual de  61 bilhões de dólares, conta com 97 mil colaboradres e é considerada a maior empresa varejista online do mundo. Em 1994 o criador da Amazon, Jeffrey P. Bezos estava de olho no avanço da internet e resolveu deixar seu emprego em Wall Street para se aventurar no mundo online.

No início Jeffrey pesquisou  20 produtos que poderiam ser comercializados e optou por livros por terem um custo baixo. O capital inicial investido veio das economias que seus pais fizeram durante toda a vida e mesmo não conhecendo o projeto, decidiram acreditar na ideia após ouvir da boca do próprio do filho que a probabilidade da empresa não vingar era de 70%.

Em 30 dias a Amazon começou a faturar 20.00 dólares por semana e em 1995 aportou um capital de 8 milhões de dólares através de investimentos feito pela Kleiner Perkins Caufield & Byers que acabou faturando 55.000% com a Amazon. Em 1997, Jeffrey coloca as ações de sua empresa no mercado a US$ 18/ação.

Como funcionam as Startups

As Startups necessitam de vários passos para alcançar um nível de comercialização e obter sucesso no mercado, seja este online ou offline. Vejamos estes passos:

  1. Concepção: nesta etapa você precisa verificar qual a necessidade que é mal atendida e criar uma solução inovadora no mercado para poder resolver a questão de forma diferenciada. 
  2. Gestação: Este nome não é por acaso, funciona como uma incubadora onde você elabora um conceito da solução e amadurece a ideia para testar na prática. As ideias são projetadas em cima de situações que ainda não são claras, portanto, nessa fase os riscos não são grandes, apenas desconhecidos.
  3. Nascimento e validação: Este é o momento mais importante de qualquer startup, aqui é a etapa do Lançamento e será a prova de que seu produto ou serviço tem demanda, também é o momento de planejar os próximos passos, como determinados recursos (humanos e financeiros) que serão fundamentais durante o seu modelo de negócio.
  4. Crescimento ou morte: Já com os resultados da fase anterior, nesta última fase você poderá decidir se a sua empresa tem o potencial desejado de crescimento e atende a demanda. Caso a resposta seja positiva você estará no caminho certo, mas se for negativa, este será o momento de encerrar as atividades, verificar quais foram os erros cometidos que impediram o seu sucesso ao longo dessa trajetória.

mulher-gold-internet-marketing-para-leigos


Se você é uma pessoa com muitas ideias e detém o conhecimento ou experiência em alguma área específica, pode perfeitamente planejar uma startup onde você poderá usar e abusar da sua criatividade encontrando brechas no mercado já existente.

Com base no conhecimento já adquirido ou que está por adquirir, você poderá abordar novos conceitos de questões cuja procura pela solução é muito grande e os produtos e serviços oferecidos não estão satisfazendo as necessidades dos clientes.

Planeje a sua Startup de maneira Globalizada

startups-clube-do-marketing-=digital

Um Vasto conteúdo espera por você que quer aprender a trabalhar pela Internet

Em 2013, Dave Goldberg (falecido), CEO do site de pesquisas Survey Monkey deu uma entrevista na qual ele menciona a importância de uma Startup estar voltada para além de seu País de origem. Se você pretende criar uma Startup, saiba que o seu produto ou serviço tem que estar voltado, também, para a área internacional, caso contrário, estará perdendo dois terços de seus potenciais clientes que, a cada dia, fazem compras e pagamentos online. Uma pesquisa realizada pela Common Sense Advisory revela que os clientes internacionais estão dispostos a pagar mais se você fornecer a informação no idioma deles.  

Com o objetivo de facilitar o diálogo entre as startups e outros empresários de todo o mundo, a Transifex criou uma plataforma de localização onde as empresas de todos os tamanhos – e dos mais variados orçamentos – podem expandir o seu negócio para novos mercados.

Investidores de Startups

Os Empresários que investem em Startups têm uma lista de requisitos que vai desde a particularidade do seu produto/serviço dentro de um nicho de mercado até o tamanho de seu público-alvo e seus potenciais concorrentes. Além disso, esses investidores observam as oportunidades de crescimento, isto é, produtos que são escaláveis a nível regional e global. Para quem está planejamento criar uma Startup é importante incluir um Roadmap que irá informar que você planeja o seu negócio a longo prazo e reconhece as oportunidades internacionais. 

Atualmente, no Brasil existem diversos cursos que ensinam como começar um projeto online altamente lucrativo, mas não se iluda com promessas mirabolantes de ganho fácil e rápido, como já mencionei em outros artigos, assim como em qualquer outro empreendimento é necessário muito esforço, dedicação, foco e o mais importante: seu produto/serviço deve agregar valor e resolver de fato o problema de seu cliente.

Um dos cursos que recomendo para quem deseja adentrar nessa modalidade de negócio é o Método Start Inscrição Nesse curso você irá aprender como descobrir um nicho rentável, construir a sua Startup com o menor custo, além de todas as ferramentas necessárias para administrar a sua empresa online. O criador do curso, Gustavo Freitas iniciou sua carreira digital em 1999 e hoje é uma das personalidades mais respeitadas do mundo online pela maneira ética, responsável e profissional como vem conduzindo e divulgando o seu trabalho. 

Cadastre-se no Método Start para receber as três aulas gratuitas onde o Gustavo Freitas ensina como encontrar um nicho rentável, como atrair milhares de visitantes para o seu negócio e como ganhar 4 dígitos em um mês na internet através do Método Start.

Você também pode se interessar por:

Curso Aprenda a investir na Bolsa de Valores

Curso de Atendimento ao cliente

Curso de Chefia e Liderança

 

Referências

Guia da Startup, Survey Monkey, Common Sense AdvisoryTransifex

Receba aulas sobre Negócios Digitais. Você e Sua Empresa na Era Digital em 2017 (é grátis!). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *