Cruzeiro Marítimo – tarifas de roaming

Viajar em um Cruzeiro Marítimo é muito bom mas sempre acontece algum imprevisto que não estava na programação. Um desses imprevistos é o uso do aparelho celular numa viagem de cruzeiro. Nem todos se certificam das tarifas cobradas pelas operadoras quando se viaja num navio de bandeira que não seja a do seu país e depois de dois meses quando chega a fatura do celular vem a surpresa!

Uso do Aparelho celular no Cruzeiro Marítimo

Ao optar por fazer um Cruzeiro Marítimo é aconselhável desligar o aparelho celular assim que entrar a bordo. Alguns aparelhos podem ativar os dados sem que você perceba e se isso acontecer, os dados serão considerados roaming tanto para fazer chamadas como para receber e você terá uma surpresa na conta telefônica.

Outra opção é ligar para a sua operadora de celular e verificar quais são os planos disponíveis para viagem mais econômicos, se não houver um plano que lhe agrade compre um aparelho pré-pago no destino, ou se preferir use o telefone público a bordo do navio, dessa forma você terá controle absoluto de suas ligações.

De acordo com o roteiro escolhido pode ser necessário tomar vacinas ou ter que obter vistos de entrada.

Outros Cuidados no Cruzeiro Marítimo

Recepcionista-de-HotelOutros cuidados também são necessários para que a sua viagem seja prazerosa, como por exemplo escolher a temática do seu cruzeiro (romântica, cultural, etc…) e certificar-se que tudo o que foi combinado seja registrado em contrato. Não esqueça de levar o kit farmácia habitual, desde o remédio para enjoo até um esparadrapo, pois serviços médicos costumam ser cobrados à parte e não são baratos.

Leia com calma o Contrato de Prestação de Serviços da Agência da qual está contratando a sua viagem.

Mulheres grávidas no Cruzeiro Marítimo

Em geral, os navios não aceitam reservas de hospedes com mais de 24 semanas de gravidez mesmo que a reserva tenha sido feita antes do conhecimento da gravidez. Também não é permitido o embarque de menores de 18 (dezoito) anos desacompanhados dos pais ou responsável legal, bem como de bebês com idade inferior a 6 (seis) meses no momento do embarque. Este limite mínimo de idade é elevado para 12 (doze) meses no caso de cruzeiros que durem 15 (quinze) dias ou mais.

Carta de Direitos do Passageiro da Indústria de Cruzeiros

Os membros da Associação Internacional de Linhas de Cruzeiros (Cruise Lines International Association) estão dedicados ao conforto e cuidados de todos os passageiros em cruzeiros marítimos por todo o mundo. Para concretizar este compromisso, os membros concordaram em adotar o seguinte conjunto de direitos dos passageiros:

Os Direitos:

1. O direito de desembarcar de um navio ancorado se as provisões essenciais, como comida, água, instalações sanitárias e acesso aos cuidados médicos não forem adequadamente fornecidos a bordo, sujeito apenas ao entendimento do Capitão pela proteção e segurança do passageiro e exigências alfandegárias e de imigração do porto.

2. O direito ao reembolso total de uma viagem que tenha sido cancelada devido a falhas mecânicas, ou reembolso parcial de viagens que forem terminadas antes da data devido a estas falhas.

3. O direito em ter disponível, em navios que operam além dos rios e águas costeiras, cuidados médicos de emergência, conforme necessário, até que os cuidados médicos em terra sejam disponibilizados.

4. O direito a informações atualizadas relativas a quaisquer alterações de itinerário do navio, em caso de falha mecânica ou emergência, assim como informações atualizadas sobre os esforços feitos para tratar falhas mecânicas.

5. O direito a uma tripulação do navio adequadamente treinada em procedimentos de emergência e evacuação.

6. O direito a uma fonte de energia de emergência em caso de falha do gerador principal.

7. O direito* ao transporte para o porto de desembarque programado ou para a cidade de residência do passageiro caso o cruzeiro seja terminado antes da data devido a falhas mecânicas.
 
8. O direito a alojamento caso seja necessário o desembarque e pernoite num porto não previsto quando um cruzeiro é terminado antes da data devido a falhas mecânicas.
 
9. O direito em ter, na página de internet da compahia de cruzeiro, um número de telefone gratuito que possa ser utilizado para perguntas ou informações relativas a qualquer aspecto das operações a bordo.**
 
10. O direito de ter esta Carta de Direitos do Passageiro da Indústria de Cruzeiros publicada na página de internet de cada companhia.
 
* A critério da Empresa.

** Aplicável apenas às empresas sediadas nos EUA.

Boa viagem!

Você também pode se interessar por:

Existe um Empreendedor dentro de você?

Facebook Ads para iniciantes 

Curso 5 mil fãs no Facebook 

Receba aulas sobre Negócios Digitais. Você e Sua Empresa na Era Digital em 2017 (é grátis!). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *